E assim foi o nosso São Martinho ...

Como não podia faltar, no Dia de S. Martinho tivemos o tradicional magusto, as brincadeiras com adivinhas, os provérbios …

Recordámos, ainda, a lenda de S. Martinho!

Segundo a mesma, Martinho voltava de uma batalha quando encontrou um pobre tremendo de frio, estendendo a sua pobre mão ossuda e congelada. Martinho, não tendo nada para lhe dar, desembuçando-se, tomou da espada e cortou a sua capa de agasalho, deu metade ao pobre e, envolto na outra metade, seguiu o seu caminho.

Subitamente, a tempestade desfez-se e o céu descobriu-se como por encanto. Parecia verão!

Assim surge a lenda do verão de S. Martinho.

Não fugindo à tradição, também nós festejamos o S. Martinho.

A festa foi animada. Na hora do lanche, momento de convívio, entre Residentes, colaboradores e alguns familiares que estavam de visita, não faltaram as castanhas e a jeropiga.